segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Os efeitos adversos das vacinas (1ª parte) XCIX

Mais uma bomba no mundo da big médica, desta feita o estudo a ser apresentado foi mantido na gaveta por muito tempo, pudera. 
O relatório só foi desbloqueado porque ainda existem sociedades onde a justiça e o acesso á informação são providenciados da melhor forma, desde que se ganhe em tribunal esse privilégio. Assim, o Institute of medicine of the National Academies reveu mais de 12 mil trabalhos sobre vacinas para avaliar tudo o que se diz sobre as mesmas, depois de ter redigido as suas conclusões resolveu enfiá-lo na gaveta, o porquê de o terem feito vêm já a seguir.

Á parte de ser trabalho monstruoso de análise e pesquisa com cerca de 667 páginas, uma coisa fica bem claro, que lá no topo todos sabem do real perigo, principalmente a Big Pharma. As conclusões desta vez não ficam ao critério de cada e o pior é que se percebe que afinal na cadeia de informação que gere o poder não é preciso todos saberem o mesmo. Se esta gente sabe o que está a dizer, então o melhor será repensar qual o papel do médico que presta consulta ás pessoas e aconselha a vacinação.

Lá se vai mais uma teoria da conspiração...

              Download »»»»    Adverse effects of vaccines: Evidence and causality
Página 10:

The Committee had a herculean task, requiring long and thoughtful discussions of our approach to analyzing the studies culled from more than 12,000 peer-reviewed articles in order to reach our conclusions, which are spelled out in the chapters that follow. In the process, we learned some lessons that may be of value for future efforts to evaluate vaccine safety. 

Página 11:

The committee particularly counsels readers not to interpret a conclusion of inadequate data to accept or reject causation as evidence either that causation is either present or absent. Inadequate data to accept or reject causation means just that—inadequate. It is also important to recognize what our task was not. We were not charged with assessing the benefits of vaccines, with weighing benefits and costs, or with deciding how, when, and to whom vaccines should be administered.

Na página doze encontramos o índice, e se repararem bem, desde o 3º ponto ao 12º são análises e conclusões sobre as possíveis doenças que podem ser causadas pelas múltiplas vacinas. Como vêem é pouca coisa.

Quando algo faz bem à saúde não são precisos estudos que continuamente tentam provar por intermédio de falsidades elaboradas durante a execução do mesmo, que as vacinas fazem bem ou dão protecção "lifetime".

Isto é simplesmente falso, mas o problema não se fica por aqui, visto estarmos a lidar com uma "arma" que altera ou pode alterar permanentemente o ADN de uma pessoa ou de um bebé. É por esta razão que existem estas 667 páginas que vos irei apresentar desde já, não todas é claro, apenas seleccionei umas quantas "conspirações" para vos mostrar.

Aqui têm em primeira mão, o relatório mais extenso alguma vez produzido por várias entidades oficiais sobre os efeitos das múltiplas vacinas usadas hoje em dia. É o meu presente de natal para todos os pais. Não têm de quê e lembre-se que a escolha é sempre sua, não existe obrigatoriedade em Portugal.

                              Adverse effects on vaccines: Evidence and causality

Página 90:

The best-understood vaccine associated adverse effect is the occurrence of invasive disease (such as meningoencephalitis and arthritis) caused by the vaccine virus itself in individuals with an acquired or genetic immunodeficiency who receive live vaccines such as VZV, MMR, and OPV.

Página 91:

Many adverse events appear to be immune-mediated. Anaphylaxis is an obvious example of this. In some patients who experience anaphylaxis, the triggering antigen can be identified with follow-up testing. Known triggering antigens include egg and gelatin. But even when the triggering antigen such as egg or gelatin is known, it is not clear why some people develop anaphylaxis while the vast majority does not. Proposed mechanisms for other adverse immunemediated adverse responses are many, including molecular mimicry, development of immune complexes, inappropriate cytokine responses, antigen persistence, and epitope spreading, as described above.

- Por ver aqui antígeno escrito, tenho uma verdadeira bomba que consiste num memorando da OMS de 1972, a descrever com exactidão o perigo que é introduzir antígenos na corrente sanguínea, usando para esse efeito a vacina tríplice.
E tal como tenho sempre defendido, a maioria das imunodeficiências nas crianças senão derivam das vacinas, pelo menos serve como catalisador às mesmas. Situações como alergias à comida ou diabetes, tudo isso pode ser desencadeado pelas vacinas, qual delas? Esse é o problema que estes senhores enfrentaram nestas 667 páginas.

Página 91:

Age can also affect susceptibility to adverse responses to vaccines because physiological development, particularly of the immune and nervous systems, continues throughout much or all of life. Some hypothesize so-called critical periods in which adverse reactions to a range of exposures are more likely to occur (Institute of Medicine, 2006). Young children are more likely than are older children to develop febrile convulsions (Waruiru and Appleton, 2004). This type of rationale led the Japanese three decades ago to delay immunization with whole-cell pertussis vaccine until children reached two years of age (Gangarosa et al., 1998).

Página 112 e 113

                                MEASLES INCLUSION BODY ENCEPHALITIS

Mechanistic Evidence:
The committee identified five publications reporting measles inclusion body encephalitis after the administration of measles or MMR vaccine. Freeman et al. (2004) and Kim et al. (1992)

Bitnun et al. (1999) describe a 21-month-old boy presenting with status epilepticus, fever, irritability, and vomiting 9 months after receiving an MMR containing the Moraten strain of measles.

Leram bem? 9 meses após a vacina, foi encontrada no vómito deste bebé uma estirpe do vírus do sarampo, o que nos deixa um espaço temporal demasiado grande para que algum médico faça a correlação entre um acto e outro. Porque é que não acontece a todos os bebés, perguntam vós? Isso é o mesmo que perguntar porque é que a gripe ataca uns e outros não. É lógica da roleta.

Measles hemagglutinin and matrix proteins were observed by immunohistochemical staining performed on biopsied brain tissue.

Poon et al. (1998) described a 2-year-old boy, diagnosed with HIV, presenting with generalized convulsive seizures lasting 40 minutes 9 months after receiving a measles, mumps, and rubella vaccine. Despite treatment the patient continued to develop partial and generalized seizures.

Electron microscopic observation of a fine-needle aspiration biopsy of the right temporal region showed intranuclear inclusions corresponding to the configuration and size of measles virus.

 Poon et al. (1998) described a 2-year-old boy, diagnosed with HIV, presenting with generalized convulsive seizures lasting 40 minutes and 9 months after receiving a measles, mumps, and rubella vaccine. Despite treatment the patient continued to develop partial and generalized seizures.

The patient died 4 months after admission from pneumonia. Electron microscopic observation of a fine-needle aspiration biopsy of the right temporal region showed intranuclear inclusions corresponding to the configuration and size of measles virus.

                                       Weight of Mechanistic Evidence

In addition, the three publications described above presented clinical evidence sufficient for the committee to conclude the vaccine was a contributing cause of measles inclusion body encephalitis after administration of a measles-containing vaccine. The publications reported either intranuclear inclusions corresponding to measles virus or the isolation of measles virus from the brain; vaccine strain measles virus was identified by PCR in one publication.
The latencies between vaccination and the development of measles inclusion body encephalitis in the publications described above were 4 and 9 months, suggesting persistent viral infection as the mechanism.

Causality Conclusion

Conclusion 4.1: The evidence convincingly supports a causal relationship between MMR1 vaccine and measles inclusion body encephalitis in individuals with demonstrated immunodeficiencies.


Grande parte dos vírus alojam-se no cérebro e é isso que os pediatras tendem a esquecer, ou então não lhes ensinaram como é possível uma vacina dada na perna ou braço ter repercussões no cérebro, provocando por exemplo uma encefalopatia (inflamação). O importante aqui não é o número de doentes, mas sim a gravidade da doença.

Agora multipliquem este risco por dezenas de vezes num curto espaço de tempo (primeiros dois anos) e temos com toda a certeza umas quantas razões plausíveis para nos insurgirmos. Digo eu...

Assuntos relacionados:
http://profundaescuridao.blogspot.pt/2012/09/impossibilidades-plausiveis-lxxxix.html
http://profundaescuridao.blogspot.pt/2012/07/lxxxv.html

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

The real deal (3ª parte) XCVIII

http://www.4shared.com/office/-Jkm41iZ/Silent_Weapons_for_Quiet_Wars.html 

"The successful application of a strategy requires a careful study of inputs, outputs, the strategy connecting the inputs and the outputs, and the available energy sources to fuel the strategy. This study is called logistics."

"A logistical problem is studied at the elementary first, and then levels of greater complexity are studied as a synthesis of elementary factor. This means that a given system is analyzed, i.e, broken down into its sub-systems, and these in turn are analyzed, until, by this process, one arrives at the logistical 'atom', the individual."

This is where the process of synthesis properly begins, and at the time of the birth of the individual.
Neste estudo da "logística" temos os principais sistemas, que são tudo o que compõem uma sociedade, partidos em vários sub sistemas. Desde a música, às famílias, passando pelas várias culturas e modos de vida, tudo pode ser dividido de modo a se poder ter maior controlo sobre esse sub sistema ao mesmo tempo que nos dá uma maior previsibilidade sobre os indivíduos que compõem esse mesmo sistema.

Se pegarmos nos nacionalistas por exemplo, podemos dividi-los em vários sub sistemas, e para cada um deles automatizamos uma ideia pré definida desse sub sistema, assim sendo teríamos os nacionalistas (skinheads), os nazis e os neo nazis. Nesta divisão de sub sistemas, as pessoas pertencentes a um grupo (sub sistema) não têm necessariamente que gostar do outro grupo, apesar de todos eles pertencerem ao mesmo sistema principal. Nem todos os Skins, são nazis, assim como um nacionalista não têm de ser obrigatoriamente Skinhead, os rótulos da propaganda é que levam a que um sejam todos e todos possam ser representados por um só.

Mas caso se queira controlar e chegar ao individuo, então terei que sub dividir o sistema principal para conseguir chegar ao "átomo". O objectivo final passa sempre pela destruição da singularidade única que cada pessoa representa, pois é aí que reside o perigo...para eles.

The artificial womb:

Todos esses ventres onde cresci e sempre me senti protegido, não fizeram mais do que parte do meu crescimento, só que ao mesmo tempo a natural assimilação de outros ideais que não os nossos começam a tomar conta de nós, muitos ficam nesta linha (gangues de rua, extremistas religiosos) e jamais conseguirão sair.

Neste crescimento pessoal mas órfão de valores o distanciamento com a familia torna-se uma realidade.

The political structure of a nation:

"The primary reason why individual citizens of a country creates a political structure is a subconscious wish or desire to perpetuate their own dependency relationship of childhood."

O que nos dizem aqui é totalmente verdade, pois as pessoas não querem assumir as responsabilidades que os adultos antigamente assumiam, não querem ter outras senão as responsabilidades laborais que lhes são incutida através da dependência monetária de que todos sofremos.

Tudo o resto é entregue aos politicos, desde a educação dos filhos à diplomacia internacional, tudo é deixado ao cuidado dos mercenários a soldo e depois queixamo-nos.

"Simply put, they want a human god to eliminate all risk from their lives, pat them on the head, kiss their bruises, put a chicken in every dinner table, clothes their bodies, tuck them into bed at night, and tell them that everything will be alright when they wake up in the morning."

Estas enchentes de pessoas na rua a protestar não são mais do que previsíveis "outputs" dadas as alterações sociais e económicas que as suas vidas levaram, não é que ninguém esteja a protestar contra a união bancária ou contra mais integração europeia, ou mesmo contra a própria UESR, que destruiu o sector primário e secundário em grande parte dos países.

Acontece que grande parte da união europeia foi executada enquanto as pessoas levavam a mesma vida de sempre, todos os dias, sem alterações, o que permitiu por sua vez um avanço na construção da UESR sem alarido algum e com muita propaganda. Será que as pessoas se importaram? Ou quiseram saber o que se passava à sua volta? Parece-me que não. A factura está aí.

Premeditadamente a união bancária, fiscal e orçamental foi deixada para último devido aos enormes "outputs" que acarreta. Nenhum país com estabilidade económica aceitaria esta unificação total, assim, teve-se que implodir "a vida das pessoas" nos países europeus mais pobres, que era sustentada como se vê por um vazio de poder soberano, criando por sua vez nas pessoas dos países mais ricos apreensão de que lhes poderia acontecer o mesmo. Em ambos os casos as populações são enganadas, como sempre foram.

continua...

Assuntos relacionados:
http://profundaescuridao.blogspot.pt/2012/11/the-real-deal-1-parte-xcvi.html
http://profundaescuridao.blogspot.pt/2011/03/225.html

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

The real deal (2ª parte) XCVII


http://www.4shared.com/office/-Jkm41iZ/Silent_Weapons_for_Quiet_Wars.html 

(Clicar no download azul)

Nesta segunda parte irei analisar os métodos usados na subversão e que tão bem estão descritos neste documento. O processo de subversão é desenhado seguindo a lógica dos circuitos electrónicos, com "inputs" e "outputs". Este modo de construção permite saber sempre o resultado final "output" desde que nos "inputs" seja respeitada a ordem e seguidas as normas.

Apesar de poder-vos parecer estranho, de facto, isto é o que se aprende nos serviços secretos de modo a se poder criar por exemplo "as primaveras árabes" por esse mundo fora, e não só, pois muita desta informação é copiada e posta em acção nos diversos países pelos serviços secretos desses mesmos países, esta é a realidade, a ficção chama-se James Bond.

A realidade é também dizer que todos os serviços secretos lidam com tráfico de drogas e armas, praticam assassinatos, sabotagem e subversão, a ilusão é pensarmos que estão cá para salvar os países de um qualquer ataque terrorista.

Amplificadores económicos:

Economic amplifiers are the active component of economic engineering. The basic characteristic of any amplifier (mechanical, electrical, or economic) is that it receives an input control signal and delivers energy from an independent energy source to a specified output terminal in a predictable relatioship to that input control signal.
The simple form of economic amplifier is a device called advertising.

O que nos descrevem aqui é a fórmula da subversão, imaginem isto....






The design of an economic amplifier begins  with a specification of the power level of the output, which can range from personal to national. The second condition is accuracy of response, i.e., how accurately the output action is a function of the input commands.
 
O "output" nunca pode ter um resultado diferente das entradas do sinal, ou seja, no meu exemplo o "output" nunca poderia dar "população feliz" pois caso isso acontecesse teria havido erro nos "inputs", que de resto é onde se dá a maioria dos erros.
Um "input" fraco aliado a uma má amplificação desse sinal dará um "output" errado.

( Tudo isto pode parecer parvo ou até mesmo incompreensível mas é crucial para entendermos o modelo com que os serviços secretos se regem, os mesmos que estão por detrás de todas as grandes revoluções do século XX , com todos os seus núcleos e sub núcleo operacionais. Um bom exemplo destes grupos operacionais descrevo eu aqui. Ralph Peters era responsável pelo departamento de guerras futuras, na CIA.)

Na seguinte página encontramos a estratégia e os principais componentes para se adquirir uma subversão completa, limpa e sem erros.

Diversion: the primary strategy






Experience has proven that simplest method of securing a silent weapon and gaining control of the public is to keep the public undisciplined and ignorant of basic systems principles on the one hand, while keeping them confused, desorganized, and distracted with matters of no real importance on the other hand.

Se olharmos para o quadro "table strategies", percebemos claramente o parágrafo exposto em cima, e seguindo a ordem dos números do lado direito da página é perfeitamente claro que tudo isto está actualmente implementado,  basta ver a degradação dos sistemas educacionais e o miserabilismo dos programas de entretenimento no mundo ocidental para se ter uma ideia.

Uma das principais características para o "dumb down" é manipularem-nos através das emoções, porque a partir desse ponto a razão fica para trás e estamos muito mais vulneráveis e receptivos a outras ideias. Hoje em dia grande parte das ovelhas no ocidente julga os árabes não por aquilo que sabem sobre a cultura deles mas por aquilo que ouvem e vêem nos mediawhore juntando a guerra e o sexo que inundam 24/7 a comunicação social, temos o prato de todos os dias.

O terceiro ponto é talvez o mais importante porque é aquilo que as pessoas assimilarão para o resto da vida...reescrever a história de acordo com os vitoriosos é o mote e infelizmente é o que leva as pessoas a não verem a verdade porque de acordo com Bezmenov são precisos outros tantos anos para reverter o processo de doutrinação numa determinada matéria, daí o processo de aprendizagem escolar ser extremamente importante para eles, pois permite que não haja contra interrogatório durante anos a fio.




O sumário destas diversões é explicito quanto às áreas que requerem subversão, assim os programas de entretenimento dão-nos os reality shows e merdas dessas que mantêm o público distraído dos assuntos importantes, a escola não é mais do que um depósito de crianças e adolescentes enquanto os pais trabalham, ensinando-lhes insignificâncias e carregando-os com horários escolares equivalentes às horas de trabalho de um adulto. Os media por sua vez distraem a malta com páginas carregadas de informação cheias de palha, pois não se atrevem a tocar nos assuntos que os podem meter na rua.

Amplification: energy sources

A única forma de nos manterem em linha operária é terem nas suas posses a "energia" que dará a amplificação necessária à subversão. Se eu tiver milho não precisarei de comprar pão, mas caso não tenha milho, e como dinheiro ninguém pode fabricar, então terei de trabalhar para adquirir...ambas.
Deste modo aparece naturalmente a estratificação social que encaixa na perfeição numa sociedade industrializada, o que hoje já não acontece no ocidente pois desindustrializamos a Europa com os tratados GATT e afins, e o que fica é uma inteira população que ainda não percebeu que esta pirâmide com os vários estratos sociais é para desaparecer, acabaram-se as benesses da Elite, agora é sempre a descer até à federalização total da Europa.

Continua....

Assuntos relacionados:
http://profundaescuridao.blogspot.pt/2011/07/formula-xlv.html
http://profundaescuridao.blogspot.pt/2012/11/the-real-deal-1-parte-xcvi.html

terça-feira, 6 de novembro de 2012

The real deal (1ª parte) XCVI


Já vos trouxe aqui bons e válidos documentos sobre os mais variados temas, mostrando-vos o que não deve ser escrutinado pelo público em geral, mas não estava preparado para o que consegui obter desta vez. Foi pura casualidade, tenho de admitir, mas o próximo documento é mesmo de apertar o cinto intelectual, pois nunca a verdade vos pareceu tão simples.

Em 1986, um trabalhador da boeing comprou uma impressora "velha" a esta empresa com o intuito de retirar diversas peças da mesma. Lá dentro encontrou um livro que é uma verdadeira obra prima de engenharia social.
Não se sabe a proveniência do livro visto faltarem as páginas com o copyright e os respectivos nomes, o que se sabe, é que este livro demonstra com uma exactidão atómica os vários modelos socioeconómicos que se usam para subverter populações inteiras.

É claramente um manual de treino em como praticar a subversão e que vos apresento em primeira mão, não só vos dá explicações sobre a realidade que muitos nunca chegarão a vê-la, como vos mostra as equações necessárias para se atingir essa mesma realidade.

A utopia privada como escrevem no livro.

Ao lerem o manual na sua totalidade ficarão claramente com outra perspectiva sobre a sociedade e a forma como "ela" foi sendo apetrechada consoante o avanço da tecnologia que tanto é necessária à guerra invisível. Por último é a confirmação da veracidade patente nas palavras de Yuri Bezmenov em como se pratica a subversão, como se faz e quem a implementa.

Esqueçam por um momento os Passos e os Coelhos sempre prontos a saltar para o poleiro, acenando com salvações pois a obra já se desenrolava ainda eles não eram ninguém e continuará mesmo depois de eles deixarem de ser alguém.

É  a profunda escuridão que vos tento mostrar neste livro único. 

The training manual
Silent Weapons for quiet wars:



Depois de lermos o que está sublinhado a vermelho fica claro sobre o que se trata este manual, e tal como diz o livro, pode mesmo ser encarado tecnicamente como uma forma de guerra usada contra as próprias populações.
Olhar friamente para a sociedade como se advoga no livro é não ter remorsos em se praticar a subversão, fria e calculadamente agoniza-se a vida das pessoas, porquê? Porque é necessário para a utopia privada poder emergir.


A guerra foi declarada em 1954 porque nesse ano deu-se o primeiro encontro "Bilderberg". Com o avançar dos mecanismos para a globalização, mais e mais pessoas tiveram de aderir ao "clube" de modo a que o puzzle não fosse desmontado ou falado em público.

No 5ªº parágrafo encontramos escrito que a "organização" ia sendo exposta ao público 13 anos após este primeiro encontro Bilderberg. Ora 13 anos mais tarde é quando se dá a publicação do livro Tragedy and Hope, escrito pelo professor Carroll Quigley, esse historiador que durante dois anos, entre 1960 e 1962 teve acesso, ou melhor, foi-lhe permitido estudar os documentos das duas maiores bibliotecas do mundo, a da Chatham House e do Council on foreign relations, sendo que estas duas irmãs gémeas são os ramos principais do controlo socioeconómico que depois descamba pela pirâmide a baixo.

Não é á toa que o seu livro é mencionado pois a sua publicação foi vista como uma traição pela elite dado ter sido a única vez que abriram os seus documentos ao escrutínio de alguém.

"All science in merely a means to an end. The means is knowledge. The end is control. Beyond this remain only one issue, "who will be the beneficiary?"

"In 1954 this was the issue of primary concern. Although the so-called "moral issues" were raised, in view of the law of natural selection it was agreed that a nation or world of people who will not use their intelligence are no better than animals "who do not have intelligence. Such a people are beasts or burden and steaks on the table by choice and consent."

Será que conseguem encontrar melhor definição para aquilo que se vêm passando desde há muito tempo? É que eu não consigo, isto porque lá no topo pensa-se de facto desta forma e enquanto as pessoas não enxergarem isso, jamais obterão respostas às suas perguntas. E todo aquele que não se interrogue e ache tudo natural só porque nasceu e tudo já cá estava, então não passará de um "steak" pronto a ser consumido, tão simples como isso.

"In order to implement this objective, it was necessary to create, secure, and apply new Weapons which, as it turned out, were a class of weapons so subtle and sophisticated in their principle of operation and public appearance as to earn for themselves the name 'silent weapons'."



"In order to achieve a totally predictable economy, the low class elements of the society must be brought under total control, i.e, must be house-broken, trained, and assigned a yoke and long term social duties from an very ear1y age, before they have an opportunity to question the propriety of the matter. 

In order to achieve such conformity, the lower class family unit must be desintegrated by a process of increasing preoccupation of the parents and the establishment of government operated day care centers for tho occupationally orphaned children. The quality of the education given to the lower classes must be of the poorest sort so that the meat of ignorance isolanting the inferior class from the superior class is and remains incomprehensible  to the inferior class."

O sistema educacional é vital neste processo de subversão porque abrange os anos de crescimento físico e mental, a moldação do espírito nestas idades fará com que anos mais tarde todas estas alterações económicas, guerras, fome e miséria se tornem incompreensíveis perante os seus olhos. Para agravar ainda mais a coisa a multitude de informação centralizada digitalmente nas redes sociais hoje em dia torna-se indigestível para a grande maioria.

Tal como diz no fim, as "armas silenciosas" são um tipo de guerra biológica, porque atacam as opções vitais que temos numa sociedade, esses caminhos que nos permitem andar livremente pela sociedade e do qual gozamos do seu beneficio vão-se encurtando de tal modo que começa a gerar, descontentamento, desordens dos mais variados tipos, sejam elas familiares, sociais ou culturais. As pessoas começam a não se entender e criam clivagens entre si por não conseguirem sair desse afunilamento de opções, do qual nada fizeram para estar mas de onde não conseguem sair.

Sem um único tiro cria-se a subversão de uma sociedade inteira ou parte dela, depende onde se actue, e isto nunca é obra de um terrorista, mas sim de serviços secretos, governos ou instituições como o FMI e Banco Mundial.

Continua...

Assuntos Relacionados:
http://profundaescuridao.blogspot.pt/2011/07/formula-xlv.html

terça-feira, 2 de outubro de 2012

O método Comunitário XCV


                                                           O MÉTODO COMUNITÁRIO

A 17 de Setembro de 2012, 11 ministros da UE reformularam as ideias da nova fase comunitária, que leva inevitavelmente a mais integração politica, monetária e fiscal, quiçá na sua totalidade, isto se nós deixarmos é claro.

No documento que consegui arranjar desta reunião, não se lê uma única vez que os cidadãos deveriam de expressar o seu voto sobre os mais variados temas, o que até seria lógico pois se querem ficar com os orçamentos de cada país as pessoas deveriam de votar, como? Não sei, não fui eu que impingi a UESR às pessoas.

Acontece que neste caso, tanto os cidadãos como o próprio parlamento nacional e europeu ficam sem poder de decisão, sendo criadas bem ao estilo soviete comités e comissários de modo a interligarem os parlamentos de cada país.
Os parlamentos nacionais de acordo com a proposta passam a "trabalhar"através destes comités permanentes e não cheiram mais nada, a democracia que tanto defendem é assim, arrastam o poder para uma esfera inacessível ao comum cidadão e agora querem fazer a mesma coisa com ambos os parlamentos. Wake Up and smell the comunitarism!!!

Há muitos tratados e relatórios deste género, apenas vos mostro este porque enquanto se fala em crises na televisão, parlamento e redes sociais, dentro da WEB eles vão fazendo a "obra" avançar, obra essa que necessita de uma erosão legislativa constante nos países visados para se atingir o fim desejado.

17 September 2012, final Report  of the Future of Europe Group of the Foreign Ministers of Austria, Belgium, Denmark, France, Italy, Germany, Luxembourg, the Netherlands, Poland, Portugal and Spain

 2º parágrafo (Clicar em final report)

 I. Strengthening the Economic and Monetary Union has absolute priority

- Establish an effective single supervisory mechanism, involving the ECB, for banks in the Euro area and those MS (Member States) that wish to join in such a mechanism.

- Further enhance the reinforced economic governance framework by (establishing mechanisms at EU level, both to oversee that member states’ budgets are in line with European rules and to develop further European solidarity.)

Ficamos a saber que a prioridade deles é a união monetária, está aqui escrito, não é preciso ouvir o senhor Marcelo sobre o próximo passo que vai ser dado pelos génios, está aqui escrito. Primeiro cria-se a crise monetária depois borra-se as pessoas de medo com o desastre iminente e por último impões como salvação um único mecanismo central a comandar essa união monetária e problema resolvido. Quanto tempo demora? Demora o tempo necessário até estar tudo assinado e ratificado legalmente.

II. We believe that once the Euro crisis has been overcome, we must also improve the overall functioning of the European Union

- The EU must enhance the coherence and political clout of its external action

- In the long term, we should seek more majority decisions in the CFSP sphere, joint representation in international organizations, where possible, and a European defence policy. For some members of the Group this could eventually involve a European army.

Já que temos uma moeda em comum, porque não um exército comum? E um orçamento comum, porque não?

- The Commission should be strengthened (lá se vai a democracia) so it can fully and effectively fulfil its role as the engine of the Community method. One possibility would be the creation of specific clusters with “senior” and “junior” Commissioners. The General Affairs Council should be empowered to fully assume the coordinating role foreseen for it in the Treaty. The European Parliament should boost its democratic visibility by the nomination of a European top candidate by each political group for the next EP elections.

I. Overcoming the current crisis by fundamentally strengthening the economic and monetary union

- Work to fundamentally reform EMU will be based on the four building blocks identified by the President of the European Council, together with the President of the Commission, the President of the Euro group and the President of the European Central Bank, in their report to the June 2012 European Council. We need steps towards an integrated financial framework, an integrated budgetary framework, an integrated economic policy framework as well as measures to ensure the necessary democratic legitimacy and accountability.

A democracia chega a ser atroz nesta última frase dado todos os intervenientes que decidem por nós não terem sido eleitos por ninguém.

An integrated budgetary framework

On the path towards an integrated budgetary framework,( the following should go hand in hand

- Effective oversight powers at European level with concrete competences for European institutions to oversee the budgets and implementation of fiscal policies of member states in order to ensure that Member States comply with the commitments on deficit and debt reduction they have agreed upon. In this respect, the responsibility of the Member States for the composition of their budgets has to be fully respected.

O título diz tudo, tal como na ex União soviética, a nova Moscovo irá receber os orçamentos de cada nação e distribuirá consoante as necessidades.

An integrated economic policy framework

We need to overcome the fundamental flaw of EMU – monetary union without economic union.

Todo este aparato económico serve para desbloquear este impasse, depois disto estar feito volta tudo ao mesmo, excepto as leis que se foram passando de modo a "reestruturar os países".

An integrated financial framework 

We need bolder steps to improve the functioning of European financial markets. Therefore, we are in favour of an effective single supervisory mechanism, involving the ECB, for banks in the Euro area and those Member States that wish to join in such a mechanism.

Até os bancos terão um supervisor central, isto apesar de praticarem o neo liberalismo financeiro e de ficarem todos ofendidos quando o estado intervêm, parecem todos contentes com esta supervisão, não vá as contas estarem erradas e terem de pedir mais um pouco ao big daddy. (BCE)

In the medium-term, the Euro area must be able to resolve potential problems in the Economic and Monetary Union by itself. Therefore, the European Stability Mechanism should be further developed into a “European Monetary Fund” with adequate powers.

Strengthening democratic legitimacy and accountability

The European Parliament should be closely involved in the further development of the EMU in line with the Community method and its role should be strengthened.

In addition, cooperation between the European Parliament and national parliaments should be placed on a new footing in the sphere of economic and fiscal policies by creating a permanent joint committee.

Facilitating further integration steps and the long-term governance structure of the European Union aim for a European Defence Policy with joint efforts regarding the defence industry (e.g. the creation of a single market for armament projects); for some members of the Group this could eventually involve a European army.

Não se esqueçam que eles adoram falar em liberdade e paz, mas pensam criar um mercado único para se investir em projectos de "guerra", sim senhor, deve de ser isto que ensinam nas escolas maçónicas por essa Europa fora.

É bom que as pessoas entendam que ao aceitarem cada vez mais este tipo de centralização de poder, estão a aceitar futuramente o que desconhecem agora. A protestar têm que ser contra quem manda nisto e não são os politicos portugueses, isso é uma certeza.

Strengthening other policy areas

If Europe wants to hold its own in the new global order, we will also need increased integration in other central political fields. In the sphere of justice and home affairs, we therefore propose that the protection of the Schengen area’s external borders be strengthened (by creating a “European Border Police”) or, in the medium term, that a European visa be created. Another field where we need “more Europe” is sustainable energy policy: we need to create a functioning internal energy market through European energy infrastructure, improve energy efficiency and define common external energy relations.

Uma policia fronteiriça impede as pessoas de entrar mas também pode impedir de sair, há sempre dois versos na medalha.

Increasing democratic legitimacy

The European Parliament’s democratic visibility should be further increased: one key step would be, for instance, the nomination of a European top candidate for the next European Parliament elections by each European political group who could also stand for the post of Commission President. In addition, we need a greater distinction between majority and minority in the Parliament, European Parliament elections on the same day in all member states, the drawing up of a (limited) European list and a more public procedure in the Parliament to appoint the Commission President. European political parties should work towards the building of a truly “European political space”, which would draw European citizens’ attention to key political issues concerning their common future.

Eleições europeias no mesmo dia e para todos os países, one big happy family. Enquanto as pessoas andam à deriva com as sucessivas crises instaladas pelos senhores do mundo, os ministros fria e calculadamente programam os próximos passos a serem dados pela Nova Moscovo.

Pelo que li, percebe-se claramente que todos os tópicos têm uma razão de ser e seriam imediatamente rejeitados caso a Europa não estivesse de pernas para o ar. Mas precisamente por estar tudo de avesso é que se começa a implementar a nova fase que passa por transferir as economias e as finanças para a mão dos comités centrais (Comissão europeia e BCE).

Até lá vão praticando a parte eugénica da coisa, cortar na saúde, educação, cultura, e reestruturar o mercado laboral são apenas pontos extras para se degradar o espírito de uma nação, nada mais. Não se esqueçam que para eles nós somos os profanos, os não iluminados e quanto mais cedo perceberes isto mais cedo verás o fundo da toca.

Assuntos relacionados:
http://profundaescuridao.blogspot.pt/2012/04/natureza-e-as-nacoes-unidas-1-parte.html
http://profundaescuridao.blogspot.pt/2012/01/cas-pilhagem-de-um-pais-1-parte-lxvi.html
http://profundaescuridao.blogspot.pt/2011/07/formula-xlv.html

domingo, 23 de setembro de 2012

Organismo cancerígenos (5ª parte) XCIV

Em 2008 a França baniu a variante MON180 da sua lista mas no final desse ano um tribunal francês revogou essa mesma lei e a introdução seria aceite até Março de 2012 onde se baniu outra vez esta estirpe.

Isto tudo para um mês mais tarde a European Food Safety Autority rejeitar a banição da MON180 e contra argumentar dizendo...

http://www.efsa.europa.eu/fr/efsajournal/pub/2705.htm

"In conclusion, the EFSA GMO Panel considers that, based on the documentation submitted by France, there is no specific scientific evidence, in terms of risk to human and animal health or the environment, that would support the notification of an emergency measure under Article 34 of Regulation (EC) No 1829/2003 and that would invalidate its previous risk assessments of maize MON 810."

Estas instituições que a grande maioria das pessoas nunca ouviu falar têm o poder supremo de decidir o que um país pode ou não comer e há quem fale em democracia e soberania vinda desta nova Moscovo? Mas quem são estes sujeitos para decidir que espécies de fruto ou plantas pode um pais plantar ou não? E não existem evidências cientificas contra os OGM? Só podem estar a brincar...

Herbicida (roundup) usado nos cultivos transgénicos...

http://www.greenmedinfo.com/article/glyphosate-based-herbicide-induces-necrosis-and-apoptosis-mature-rat-testicular-cells-vitro

A glyphosate-based herbicide induces necrosis and apoptosis in mature rat testicular cells in vitro, and testosterone decrease at lower levels.

http://real-agenda.com/tag/russian-academy-of-sciences/

After feeding hamsters for two years over three generations, those on the GM diet, and especially the group on the maximum GM soy diet, showed devastating results. By the third generation, most GM soy-fed hamsters lost the ability to have babies. They also suffered slower growth, and a high mortality rate among the pups.

And if this isn’t shocking enough, some in the third generation even had hair growing inside their mouths—a phenomenon rarely seen, but apparently more prevalent among hamsters eating GM soy.

The study, jointly conducted by Surov’s Institute of Ecology and Evolution of the Russian Academy of Sciences and the National Association for Gene Security, was published in July 2010.

http://www.biolsci.org/v05p0706.htm (estudo sobre as 3 variantes de milho transgénico)

Neste estudo que é o primeiro a apresentar análises ao sangue e recolha de informação dos mais variados órgãos, os cientistas encontraram claramente sinais de toxicidade além de contradizerem os resultados da biotecna Monsanto. As principais lesões encontradas foram no fígado e rins, os dois principais órgãos de desintoxicação.

Os politicos estão comprados e corrompidos até ao tutano e nestes momentos de crise é vê-los a optar sempre em prol dos senhores feudais, pois essa sempre foi a posição de um servo que se preze, agradar aos mestres e passar leis que dêem a explorar os recursos naturais e as pessoas, sendo que no caso europeu é um continente inteiro, coisa pouca.

Assuntos relacionados:
http://profundaescuridao.blogspot.pt/2012/09/organismos-cancerigenos-1-parte-xc.html
http://profundaescuridao.blogspot.pt/2012/09/organismos-cancerigenos-2-parte-xci.html
http://profundaescuridao.blogspot.pt/2012/09/organismos-cancerigenos-3-parte-xcii.html

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Organismos Cancerígenos (4ª parte) XCIII

Aqui têm meus amigos os telegramas do artigo anterior na sua totalidade, onde se prova e comprova tudo o que foi dito aqui e aqui.
Creio que desta vez não será preciso escrever muito sobre o tema. Irei apresentar a última parte nos próximos dias onde mostrarei testes científicos sobre as variantes de milho transgénico proibidas em França e comercializadas em Espanha, e tal como seria de esperar são devastadoras para a saúde e meio ambiente.

E agora serviço público...

Reference ID: 07PARIS4723
Created: 2007-12-14 16:04
Released: 2010-12-19 12:12
Classification: CONFIDENTIAL
Origin: Embassy Paris
----------

C O N F I D E N T I A L SECTION 01 OF 02 PARIS 004723


SIPDIS


USTR FOR SUSAN SCHWAB
DEPARTMENT FOR E - REUBEN JEFFERY AND EB - DAN SULLIVAN
FROM AMBASSADOR STAPLETON


SIPDIS


E.O. 12958: DECL: 12/14/2017
TAGS: ECON ETRD EAGR PGOV SENV FR

SUBJECT: FRANCE AND THE WTO AG BIOTECH CASE

REF: A)PARIS 5364, B)PARIS 4255, C)PARIS 4170, D)PARIS 3970, E)PARIS
3967, F)PARIS 3853, G)PARIS 3429, H)PARIS 3399, I)PARIS 3429


Classified by Ambassador Craig Stapleton; reasons 1.4 (b), (d) and
(e).

¶1. (C) Summary: Mission Paris recommends that that the USG reinforce
our negotiating position with the EU on agricultural biotechnology by
publishing a retaliation list when the extend "Reasonable Time
Period" expires
. In our view, Europe is moving backwards not
forwards on this issue with France playing a leading role, along with
Austria, Italy and even the Commission. In France, the "Grenelle"
environment process is being implemented to circumvent science-based
decisions in favor of an assessment of the "common interest."
Combined with the precautionary principle, this is a precedent with
implications far beyond MON-810 BT corn cultivation. Moving to
retaliation will make clear that the current path has real costs to
EU interests and could help strengthen European pro-biotech voices.
In fact, the pro-biotech side in France -- including within the farm
union -- have told us retaliation is the only way to begin to begin
to turn this issue in France
. End Summary.

¶2. (C) This is not just a bilateral concern. France will play a
leading role in renewed European consideration of the acceptance of
agricultural biotechnology and its approach toward environmental
regulation more generally. France expects to lead EU member states
on this issue during the Slovene presidency beginning in January and
through its own Presidency in the second half of the year. Our
contacts have made clear that they will seek to expand French
national policy to a EU-wide level and they believe that they are in
the vanguard of European public opinion in turning back GMO's. They
have noted that the member states have been unwilling to support the
Commission on sanctioning Austria's illegal national ban. The GOF
sees the ten year review of the Commission's authorization of MON 810
as a key opportunity and a review of the EFSA process to take into
account societal preferences as another (reftels).

¶3. (C) One of the key outcomes of the "Grenelle" was the decision to
suspend MON 810 cultivation in France. Just as damaging is the GOF's
apparent recommitment to the "precautionary principle." Sarkozy
publicly rejected a recommendation of the Attali Commission (to
review France's competitiveness) to move away from this principle,
which was added to the French constitution under Chirac.


¶4. (C) France's new "High Authority" on agricultural biotech is
designed to roll back established science-based decision making. The
recently formed authority is divided into two colleges, a scientific
college and a second group including civil society and social
scientists to assess the "common interest" of France. The
authority's first task is to review MON 810. In the meantime,
however, the draft biotech law submitted to the National Assembly and
the Senate for urgent consideration, could make any biotech planting
impossible in practical terms. The law would make farmers and seed
companies legally liable for pollen drift and sets the stage for
inordinately large cropping distances. The publication of a registry
identifying cultivation of GMOs at the parcel level may be the most
significant measure given the propensity for activists to destroy GMO
crops in the field.


¶5. (C) Both the GOF and the Commission have suggested that their
respective actions should not alarm us since they are only
cultivation rather than import bans. We see the cultivation ban as a
first step, at least by anti-GMO advocates, who will move next to ban
or further restrict imports. (The environment minister's top aide
told us that people have a right not to buy meat raised on biotech
feed, even though she acknowledged there was no possible scientific
basis for a feed based distinction.) Further, we should not be
prepared to cede on cultivation because of our considerable planting
seed business in Europ
e
and because farmers, once they have had
experience with biotech, become its staunchest supporters.


¶6. Country team Paris recommends that we calibrate a target
retaliation list that causes some pain across the EU
since this is a
collective responsibility, but that also focuses in part on the
worst culprits. The list should be measured rather than vicious and
must be sustainable over the long term, since we should not expect an
early victory
.

¶7. (C) President Sarkozy noted in his address in Washington to the
Joint Session of Congress that France and the United States are
"allies but not aligned." Our cooperation with France on a range of
issues should continue alongside our engagement with France and the
EU on ag biotech (and the next generation of environmental related
trade concerns.) We can manage both at the same time and should not
let one set of priorities detract from the other
.

PARIS 00004723 002 OF 002
Stapleton
----------
----------
Reference ID: 09MADRID482
Created: 2009-05-19 12:12
Released: 2010-12-19 12:12
Classification: UNCLASSIFIED//FOR OFFICIAL USE ONLY
Origin: Embassy Madrid
----------
UNCLAS SECTION 01 OF 02 MADRID 000482
SENSITIVE
SIPDIS

STATE FOR EUR/WE AND EEB/TPP/ABT/BTT
USDA FOR OSTA/LIZ JONES, OCRA/JOE KOWALSKI, OFSO/DAVE YOUNG
USEU for AGRMINCOUNS DEBRA HENKE
USEU ALSO FOR APHIS AGRMINCOUNS PETER FERNANDEZ
PARIS FOR AGRMINCOUNS ELIZABETH BERRY
BERLIN for AGRCOUNS BOBBY RICHEY


E.O. 12958: N/A
TAGS: EAGR ECON TBIO SP
SUBJECT: SPAIN'S BIOTECH CROP UNDER THREAT

MADRID 00000482 001.2 OF 002
¶1. (U) This is an action request. See paragraph 12.
SUMMARY
¶2. (SBU) Spain's MON810 corn crop is under threat from an emerging
well-coordinated campaign to ban cultivation of genetically
engineered seed varieties in Europe, according to industry sources
.
The campaign has gained strength and speed in recent months with the
April 14 German ban on MON810 cultivation - which followed an EU
vote supporting maintenance of a ban in Austria and Hungary.
Legislation which threatens MON810 cultivation has also been
introduced recently in both the Basque and Catalonian Regional
Parliaments.

¶3. (SBU) In response to invocation of a safeguard and emergency
measure to suspend MON810 cultivation in France, the European Food
Safety Authority's (EFSA) Scientific Opinion of October 29, 2008
found no new scientific evidence of risk related to MON810
plantings. The EFSA report, however, is being questioned. Monsanto
maintains that anti-MON810 momentum was gained by a de facto
agreement between the Government of France and Greenpeace/Friends of
the Earth whereby the GOF would support the anti-GMO movement and
environmental activists would turn a blind eye to Sarkozy's nuclear
energy initiatives. A senior Spanish agriculture official has
expressed concern that Spain is under increasing pressure within the
EU. Post requests renewed USG support of Spain's science-based
agricultural biotechnology position, as well as support for a
non-USG science fellow to interact with Spanish interlocutors. End
Summary.


BACKGROUND

¶4. (SBU) Spain was the first EU country to grow genetically
modified (GM) corn and now cultivates nearly 75 percent of the EU's
MON810 corn crop - nearly 200,000 acres. During a May 13 meeting
with Monsanto's Director for Biotechnology for Spain and Portugal
,
Embassy officials were told that Spain is increasingly becoming a
target of anti-biotechnology forces within Europe and that Spain's
cultivation of MON810 corn was under serious threat. The sentiment
echoed by supporters of agricultural biotechnology regarding a ban
on MON810 cultivation in Spain is that "If Spain falls, the rest of
Europe will follow.
"

¶5. (SBU) Anti-biotechnology activists in the EU have gained
momentum in recent weeks. On April 14, Germany announced a ban on
the cultivation of MON810 following similar bans in France, Austria,
Hungary, Greece and Luxembourg, despite EU approval of MON810 as
safe for commercial use
. This followed a March 2 vote in which
Spain joined with France and other EU corn producers to allow
Austria and Hungary to maintain their provisional bans on the use
and sale of MON810 corn. According to Ministry sources, this
surprising vote did not represent a change in position by Spain on
biotechnology; rather, technical considerations justified upholding
the provisional bans pending EU-wide renewal of MON810 corn.
Industry contacts, however, assert that Spain's vote was a political
gesture to thank French President Sarkozy for helping to arrange
President Zapatero's presence at the November 2008 G-20 financial
summit in Washington
.

¶6. (U) The GOS has traditionally been a strong supporter of biotech
corn due to high domestic demand for feed corn within the livestock
sector. Spain is the number two pork producer within the EU and the
number one corn importer. GM corn plantings in Spain reached nearly
200,000 acres in 2008 - approximately 30 percent of total Spanish
feed corn production. Cultivation of MON810 corn is mainly
concentrated in Aragon and Catalonia, where the European corn borer,
which MON810 protects against, is a serious pest
. The feed compound
industry and the livestock sector are supportive of GM corn. Within
the agriculture sector, only left-wing farmers' unions have negative
opinions of GMOs
.

RECENT DEVELOPMENTS
¶7. (SBU) Anti-GMO forces periodically attempt to build support for
a prohibition on GMO cultivation in Spain. According to Monsanto's
biotechnology director, two left-wing parties have recently
discussed introducing such legislation in the Spanish parliament. A
Socialist (ruling) party Member offered reassurances that his party
would oppose such a move, but advised that the issue bears watching,
especially given the government's uncertain majority.

¶8. (U) In addition, there have been worrisome developments in
several of Spain's 17 autonomous communities, which, led by

MADRID 00000482 002.2 OF 002
Catalonia and the Basque Country, continue to seek more autonomy via
a vis the central government. In March 2008, the Canary Islands
were declared GM-free. Since fewer than 1,380 acres of corn are
grown in the Canaries, this is considered mostly a symbolic gesture.
However, on February 5, 2009, an initiative was proposed in the
Catalonian Regional Parliament to declare the region GM-free. The
initiative has not yet come up for a vote, and its prospects are
uncertain. Such an action would be cause for serious concern, since
Catalonia is a center of GMO corn cultivation
. More recently, on
April 21, 2009, the Basque Parliament passed stringent biotech
coexistence legislation which could likely force farmers to halt
planting of MON810 due to strict compliance issues. The Spanish
Association of Biotechnology Industries (ANOVE) will challenge the
Basque legislation.

¶9. (U) In February 2008, France notified to the EC an Order
suspending cultivation of MON810 and further invoked safeguard and
emergency measures to provisionally prohibit the cultivation of
MON810 on its territory. In response, the Scientific Panel on
Genetically Modified Organisms of the European Food Safety Authority
(EFSA) issued a Scientific Opinion on October 29, 2008. In its
report, the panel assessed the package of documents supporting and
justifying the French safeguard clause and the duration of the
invoked measure. The panel concluded that, in terms of risk to
human and animal health and the environment, the information
provided by France presented no new scientific evidence that would
invalidate the previous risk assessments of MON810. It further
concluded that invoking the safeguard clause and emergency measure
was scientifically unjustified. The EU is currently facing the
MON810 cultivation renewal process. The renewal is the legal
condition for the lifting of the ban under French law. Within the
scientific review carried out by EFSA, the Spanish authorities and
experts have completed the environmental risk assessment for MON810
corn. According to Monsanto, the EFSA Scientific Opinion report is
being questioned. The GOF has sent letters to different Member
States urging them to sign up and request an in-depth examination of
the application for the renewal of MON810.

¶10. (SBU) Monsanto asserts that anti-MON810 momentum was gained by
a de facto agreement between the Government of France and
Greenpeace/Friends of the Earth whereby the GOF would support the
GMO-free movement if activists turned a blind eye to President
Sarkozy's nuclear energy initiatives. In Spain, agricultural
factions against agricultural biotechnology include the
environmental side of MARM and organic farmers. Increasingly,
consumers are also expressing negative attitudes toward genetically
modified crops. On April 18th, the newspaper "El Pas" conducted a
survey on whether or not GM food should be prohibited. The
following results were obtained after a one month period: 85 percent
voted "Yes, they can be dangerous" and 15 percent voted "No, they
are absolutely safe".

¶11. (SBU) Secretary of State and Deputy Minister Josep Puxeu
contacted the Charg d'Affaires on April 22, following the Basque
vote on coexistence and the German ban, to express his concern that
the Government of Spain is under increasing pressure to ban MON810
cultivation
. Puxeu, a long-time supporter of agricultural
biotechnology, lamented that it was "the most complicated week of my
life." He asked that the USG maintain pressure on Brussels to keep
agricultural biotechnology an option for Member States and requested
that the USG work together with Spain in this endeavor
. Deputy
Minister Puxeu is becoming increasingly isolated on biotech issues
at the Ministry OF Environment and and Rural and Marine Affairs
(MARM) due to the rising influence of environmental officials within
MARM as well as the increased influence of France within the Spanish
government. While MARM Minister Espinosa has come out publicly in
favor of genetic engineering in agriculture, her views on issues
will generally reflect those of the Zapatero Administration which
has recently shown itself to be fickle when it comes to voting
against France's anti-GMO interests.

¶12. (SBU) ACTION REQUESTED: In response to recent urgent requests
by MARM State Secretary Josep Puxeu and Monsanto, post requests
renewed USG support of Spain's science-based agricultural
biotechnology position through high-level USG intervention in
support of the EFSA findings. Post also requests USG support for a
non-USG science fellow to meet with influential Spanish
interlocutors on this issue and assistance with developing an
agricultural biotechnology action plan for Spain. Post would also
welcome any comments from other posts concerning the anti-GMO
campaign
.

DUNCAN

As embaixadas são postos de vigia e controlo e como puderam ler não existe a parvoíce do James Bond, isto é trabalho diário dos "embaixadores", requerer subversão a um país através do estado em beneficio de uma empresa privada, e viva a democracia.

Continua...  

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Organismos Cancerígenos (3ª parte) XCII


Resolvi dar continuidade ao artigo dado existirem novos desenvolvimentos sobre o assunto (Monsanto/França) aproveitando ainda vos mostrar um exemplo perfeito de como funciona a EUSR, que controla de alto a baixo todo os aspectos inerentes à vida de um país e sua respectiva população, neste caso um continente inteiro.

Esta aventura da Biotecna Monsanto na Europa têm de tudo, toca na corrupção no seu ponto mais alto, mostra quem faz as politicas e quem intercede para que essas politicas sejam alcançadas. Por último ficamos a saber o modo como são feitas essas manobras e sobre quem recai as ameaças.

Depois de ler a noticia que está em baixo é que tive o meu momento Eureka! Não que tenha descoberto nada, mas iluminei-me quanto ao facto de nunca mais ter sido noticiado nenhum telegrama do wikileaks.

Certamente que o podre não poderia ser apenas o óbvio, em todos aqueles  documentos têm de haver muito mais. Sabem quantas vezes ouvi eu dizer que a maioria dos assuntos "desclassificados" pelo Wikileaks eram sem interesse? Sim, deram-nos imagens horrendas das guerras, mas a guerra é isso mesmo, por isso não nos deram nada de novo.

Não nos mostraram por exemplo como a Monsanto usando o governo dos Estados Unidos criou imposições e ameaças a todos os países que não aderissem aos OGM. Portugal está metido ao barulho como é claro.

Jornal "the Guardian" a 3 de Janeiro de 2011

The US embassy in Paris advised Washington to start a military-style trade war against any European Union country which opposed genetically modified (GM) crops, newly released WikiLeaks cables show.

In response to moves by France to ban a Monsanto GM corn variety in late 2007, the ambassador, Craig Stapleton, a friend and business partner of former US president George Bush, asked Washington to penalise the EU and particularly countries which did not support the use of GM crops.

"Country team Paris recommends that we calibrate a target retaliation list that causes some pain across the EU since this is a collective responsibility, but that also focuses in part on the worst culprits."

"The list should be measured rather than vicious and must be sustainable over the long term, since we should not expect an early victory. Moving to retaliation will make clear that the current path has real costs to EU interests and could help strengthen European pro-biotech voices,"

O que podemos concluir é que todos os países a usarem OGM neste momento sofreram pressões e ameaças, sabendo eles de antemão que qualquer merda que venha da Monsanto é veneno, eles sabem e nós também.

Because many Catholic bishops in developing countries have been vehemently opposed to the controversial crops, the US applied particular pressure to the pope's advisers.

Só Deus pode criar a comida, mas com a ajuda do Papa talvez os seus súbditos aceitem a intevenção divina do homem neste caso.

Cables from the US embassy in the Vatican show that the US believes the pope is broadly supportive of the crops after sustained lobbying of senior Holy See advisers, but regrets that he has not yet stated his support. The US state department special adviser on biotechnology as well as government biotech advisers based in Kenya lobbied Vatican insiders to persuade the pope to declare his backing. "… met with [US monsignor] Fr Michael Osborn of the Pontifical Council Cor Unum, offering a chance to push the Vatican on biotech issues, and an opportunity for post to analyse the current state of play on biotech in the Vatican generally," says one cable in 2008.
"Opportunities exist to press the issue with the Vatican, and in turn to influence a wide segment of the population in Europe and the developing world," says another.

But in a setback, the US embassy found that its closest ally on GM, Cardinal Renato Martino, head of the powerful Pontifical Council for Justice and Peace and the man who mostly represents the pope at the United Nations, had withdrawn his support for the US.

"A Martino deputy told us recently that the cardinal had co-operated with embassy Vatican on biotech over the past two years in part to compensate for his vocal disapproval of the Iraq war and its aftermath – to keep relations with the USG [US government] smooth. According to our source, Martino no longer feels the need to take this approach," says the cable.

O cardeal tinha era remorsos, por isso é que se "pontificou" a ajudá-los.

In addition, the cables show US diplomats working directly for GM companies such as Monsanto. "In response to recent urgent requests by [Spanish rural affairs ministry] state secretary Josep Puxeu and Monsanto, post requests renewed US government support of Spain's science-based agricultural biotechnology position through high-level US government intervention."

It also emerges that Spain and the US have worked closely together to persuade the EU not to strengthen biotechnology laws. In one cable, the embassy in Madrid writes: "If Spain falls, the rest of Europe will follow."
The cables show that not only did the Spanish government ask the US to keep pressure on Brussels but that the US knew in advance how Spain would vote, even before the Spanish biotech commission had report.

Agora percebe-se o porquê dos media terem mostrado os telegramas que não interessavam muito, pudera.

Continua...

Assuntos relacionados:
http://profundaescuridao.blogspot.pt/2012/09/organismos-cancerigenos-1-parte-xc.html
http://profundaescuridao.blogspot.pt/2012/05/filantropia-e-o-suicidio-oriental-1.html

domingo, 16 de setembro de 2012

Organismos cancerígenos (2ª parte) XCI

Bank for International settlements agradece!!!
Quando se têm o poder de criar dinheiro a partir do nada é assim, empresta-se sem problemas, é só pedirem e levarem o papel das contrapartidas, ponderarem e depois aceitarem ou não. A Hungria a semana passada resolveu olhar para o seu país vizinho e rejeitar as condições do renegociador de dividas, o FMI.

Mas antes deste caso quero-vos escrever sobre uma outra guerra comprada pela Hungria, contra a Monsanto e a comissão europeia. A Hungria baniu o uso de OGM no seu país, decisão essa que foi contra as pretensões da comissão europeia e uns quantos países que se julgam no direito de dizer o que os outros devem ou não plantar. É a beleza democrática da EUSR em todo o seu esplendor.

http://www.budapesttimes.hu/2009/03/13/gm-maize-ban-victory-for-hungary/

"Last Monday EU environment ministers voted down a draft order by the EU Commission that would have made Hungary lift its ban on the genetically engineered maize product MON810.
Only the environment ministers of Great Britain, Sweden, Finland and the Netherlands supported the commission’s effort to force Hungary to allow farmers to grow the GMO maize." 

Reparem só nos finlandeses que recusam-se ajudar economicamente outro país mas já aceitam forçar outro membro a usar produtos OGM. E já agora mais democracia era impossível, temos países a forçar o uso de OGM a outros países através da comissão europeia mas o povo nunca é consultado. 

Ainda sobre este tema e já em 2011 o International Business Time afirma que foram destruídas plantações contendo sementes transgénicas.

"In an effort to rid the country of Monsanto's GMO products, Hungary has stepped up the pace. This looks like its going to be another slap in the face for Monsanto. A new regulation was introduced this March which stipulates that seeds are supposed to be checked for GMO before they are introduced to the market. Unfortunately, some GMO seeds made it to the farmers without them knowing it."

"Almost 1000 acres of maize found to have been grown with genetically modified seeds have been destroyed throughout Hungary deputy state secretary of the Ministry of Rural Development Lajos Bognar said. The GMO maize has been ploughed under, said Lajos Bognar, but pollen has not spread from the maize, he added."

Digamos que nos tempos que correm é preciso tomates para se agir assim, passei a gostar da Hungria como nunca.

Depois de terem recebido milhões de euros em 2008, a Hungria, que está em recessão económica requereu outro empréstimo ao FMI, só que desta vez e como está na altura da "reestruturação" o FMI resolveu entregar-lhes o CAS (country assistance Strategyy).

Vejamos o que têm a dizer o presidente da Hungria sobre os termos para o empréstimo.

A noticia pode ser encontrada na Associated Press.

"Hungary's prime minister has long had a testy relationship with the International Monetary Fund — and on Thursday he used Facebook to unfriend the agency and reject its allegedly tough loan conditions."

"Prime Minister Viktor Orban said in a video message on his official Facebook page that Hungary could not accept pension cuts, the elimination of a bank tax, fewer public employees and other conditions in exchange for an IMF loan that other officials have said could be about €15 billion ($18.9 billion)."

No primeiro dia de Janeiro de 2011 a Hungria introduziu na sua constituição a taxação ao lucro dos bancos e a taxação aos negócios do banco central Húngaro, sendo que para mim este último ponto é simplesmente notável. Para se perceber melhor este negócio dos bancos centrais, aqui e aqui.

O mesmo documento é entregue a todos os países de igual modo porque o objectivo final é comum a todos os países. O que se passa hoje em dia foi assinado em 2001 com o FMI e o Banco Mundial. A táctica arranjada foi simples, arrebentem os orçamentos (governos) e nós (senhores feudais) entramos para vos salvar. É simples, curto e parece parvo mas foi mesmo assim.

 Assuntos relacionados:
http://profundaescuridao.blogspot.pt/2011/04/os-senhores-feudais-xxv.html
http://profundaescuridao.blogspot.pt/2011/05/eussr-parte1-xxxii.html

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Organismos cancerígenos (1ª parte) XC

Uma das minhas batalhas entre muitas é desmascarar a farsa transgénica. Sou contra e vocês têm toda a razão em ser contra, mesmo que nunca lhes tenham mostrado provas dos malefícios, manda o senso comum que assim seja. Brincar com a comida é brincar com a saúde, penso eu. Aqui e aqui, poderão encontrar o que a Biotecna Monsanto anda a fazer aos agricultures na Índia, onde já se atingiu o número impensável de 250 mil suicídios. Porquê? Leiam os artigos.

Da Argentina chega-nos mais um estudo sobre os transgénicos, desta feita é o herbicida usado nas culturas que optam por este tipo de plantação. O terceiro maior exportador de soja do mundo alerta-nos para a correlação entre o uso de herbicidas "Monsanto" e abortos registados nas mulheres, em particular, mulheres de aldeias ou vilas onde o sustento é o cultivo de soja.

Como já frisei nos outros dois artigos, a Monsanto não é uma empresa qualquer, só é a maior companhia de biotecnologia do mundo e mantêm um poder na esfera politica (OMC, ONU, Senado americano) abismal, além de deter o monopólio dos transgénicos.

A noticia pode ser encontrada aqui...

http://www.laht.com/article.asp?CategoryId=14093&ArticleId=331718

"The herbicide used on genetically modified soy – Argentina’s main crop could cause brain, intestinal and heart defects in fetuses, according to the results of a scientific investigation released Monday." The doses of herbicide used in the study “were much lower than the levels used in the fumigations,” and so the situation “is much more serious” that the study suggests because “glyphosate does not degrade,” Carrasco warned.

In Argentina, farmers each year use between 180 and 200 million liters of glyphosate, which was developed by the multinational Monsanto and sold in the United States under the brand name Roundup.

Carrasco said that the research found that “pure glyphosate, in doses lower than those used in fumigation, causes defects ... (and) could be interfering in some normal embryonic development mechanism having to do with the way in which cells divide and die.”

“The companies say that drinking a glass of glyphosate is healthier than drinking a glass of milk, but the fact is that they’ve used us as guinea pigs,” he said.

É isso mesmo pessoal, guinea pigs, e dentro em breve assistiremos a uma crise que se instalará nos preços das matérias primas comestíveis, levando inevitavelmente os países a aderirem em massa aos OGM.

As tretas para a malta aderir "à causa" virá dos mediawhore como habitualmente e serão as mesmas de sempre, temos de combater a fome em África, o mundo ocidental consome muito, não existe perigo nenhum nos OGM, etc, etc.

"He gave as an example what occurred in Ituzaingo, a district where 5,000 people live on the outskirts of the central Argentine city of Cordoba, where over the past eight years about 300 cases of cancer associated with fumigations with pesticides have turned up."

Os produtos de soja hoje em dia estão por todo o lado, e mais de 90% provêm de culturas como esta. O que a malta do vegetarianismo ainda não percebeu é que aqueles que dão o consentimento para que se usem hormonas de crescimento nas vacas são os mesmos que consentem o uso de herbicidas cancerígenos.

A introdução dos OGM será uma realidade, pois está escrito no codex alimentarius da organização mundial do comércio, que forçou os países a aderirem ao codex sob a coacção de caso não o fizessem qualquer disputa comercial que tivessem com outro país (codex) perderiam automaticamente. 

Mas se já leu sobre o codex e ainda não percebeu, não faz mal, um dia quando for comprar um produto natural que lhe faça bem pode ser que UESR o tenha proibido ou que seja preciso uma receita médica, porque basicamente é isto, transferir os produtos naturais para a industria farmacêutica. Entrou em vigor a dia 1 de Janeiro de 2010.

Como já me desviei muito do assunto principal, tenho só mais uma noticia sobre a Monsanto. Desta vez foram os polacos a banir uma variante do milho transgénico.

http://www.kickthemallout.com/article.php/Story-Poland_Bans_GMO_Corn

Following the anti-Monsanto activism launched by nations like France and Hungary, Poland has announced that it will launch a complete ban on growing  Monsanto’s  genetically modified strain MON810. The announcement, made by Agriculture Minister Marek Sawicki, sets yet another international standard against Monsanto’s genetically modified creations. In addition to being linked to a plethora health ailments, Sawicki says that the pollen originating from this GM strain may actually be devastating the already dwindling bee population.

The decree is in the works. It introduces a complete ban on the MON810 strain of maize in Poland,” Sawicki stated to the press. 

"Similar opposition to Monsanto occurred on March 9th, when 7 European countries blocked a proposal by the Danish EU presidency which would permit the cultivation of genetically modified plants on the entire continent. It was France, who in February, lead the charge against GMOs by asking the European Commission to suspend authorization to Monsanto’s genetically modified corn. What’s more, the country settled a landmark case in favor of the people over Monsanto, finding the biotech giant guilty of chemical poisoning."

Diga não aos transgénicos!!!!

Assuntos relacionados:
http://profundaescuridao.blogspot.pt/2012/05/filantropia-e-o-suicidio-oriental-1.html
http://profundaescuridao.blogspot.pt/2012/02/guinea-pigs-1-parte-lxx.html

sábado, 8 de setembro de 2012

impossibilidades plausíveis LXXXIX

Será possível termos deste lado do oceano impossibilidades cientificas ao mesmo tempo que do outro lado do Atlântico se declara uma epidemia? É possível hoje em dia isso acontecer? Porque é que no caso da gripe A todos os ministérios da saúde absorveram a informação por igual e declararam o perigo, mas quando se trata de informar as pessoas sobre uma epidemia de tosse convulsa o processo não é semelhante? Deste lado afirmam ser de todo impossível quando do outro lado é facto consumado.

Ou temos anjinhos no nosso ministério ou eles sabem e não dizem nada aos pais.

(Texto escrito há uns dois meses atrás.)

Depois de ter levado a minha filha ao hospital devido a uma tosse persistente e seca que durava à  uns dias, vim de lá com um antibiótico que já acabou e o problema não passou, isto porque tenho a certeza que a minha filha teve tosse convulsa.

O meu feeling em relação à minha filha baseava-se nos 5 sintomas que ela apresentava tanto na primeira como na segunda semana. A tosse convulsa é-nos injectada através das quatro vacinas que tomamos (DTaP), neste caso é uma vacina tríplice onde se incluí a difteria, o tétano e a pertussis ou tosse convulsa em português.

Nesse mesmo hospital a minha mulher perguntou se não poderia ser tosse convulsa ao que o médico disse ser impossível visto a vacina (DTaP) estar em dia. Como pode ele dizer que é impossível se não chegou a analisar, não fez testes de despistagem apesar de haver bastantes sintomas que se enquadravam na doença.

A fé em tanta que depois dá nisto, a impossibilidade neste lado do oceano pode ser uma forte possibilidade do outro lado, senão vejamos.

http://abcnews.go.com/Health/pertussis-outbreak-worst-50-years/story?id=16814787#.UBP-V6C8Fr9

Tal como há uns meses houve um surto de sarampo no continente americano e que depois atingiu a Europa, tal como descrevi aqui e aqui, agora temos um novo surto no continente americano e como tal é bem provável que já tenha atingido a Europa devido à grande facilidade de transmissão do vírus, que é altamente contagioso e á mobilidade das pessoas entre ambos os continentes.

No "the journal of infections diseases" podemos encontrar uma pista sobre a razão de estar a existir um aumento de casos com a tosse convulsa. Este artigo demonstra que os fabricantes de vacinas por estarem sempre a criar novas estirpes do vírus e que são incorporados com outras estirpes já existentes no corpo, criam uma mutação que por sua vez desencadeia grande resistência aos medicamentos e ao sistema imunitário, mesmo nos adultos.

Também no site da Universidade South west Gales, da Austrália, podemos encontrar referências a esta epidemia.

Australia’s prolonged whooping cough epidemic has entered a disturbing new phase, with a study showing a new strain or genotype capable of evading the vaccine may be responsible for the sharp rise in the number of cases.

The new genotype also has been detected in other countries, suggesting it has the potential to spark epidemics elsewhere and should be closely monitored, the researchers warn.

"The prolonged whooping cough epidemic in Australia that began during 2008 has been predominantly caused by the new genotype of B. pertussis,” said one of the study authors, Associate Professor Ruiting Lan, of the UNSW School of Biotechnology and Biomolecular Sciences.

Só boas noticias, ainda bem que Portugal está a salvo, parece-me que anda tudo à rasca menos nós, mas será que dá mesmo para acreditar nisso, quando até os programas de vacinação são praticamente iguais em todo o mundo?

"The genotype was responsible for 31 percent of cases in the 10 years before the epidemic, and that’s now jumped to 84 percent – a nearly three-fold increase, indicating it has gained a selective advantage under the current vaccination regime."

“The vaccine is still the best way to reduce transmission of the disease and reduce cases, but it appears to be less effective against the new strain and immunity wanes more rapidly. We need to look at changes to the vaccine itself or increase the number of boosters,” Associate Professor Lan said.

 É a melhor protecção sendo a pior de todas. Belo discurso. Ao contrário deste tipo de vacinação, a imunização por via natural tende a estender a protecção durante muito mais tempo sendo muito mais efectiva.

O que me safou na cura da minha filha foi a famosa vitamina C, que têm a particularidade de se unir ao vírus não permitindo que se aloje nos pulmões, não destrói o vírus, fica antes "grudada" até chegar a cavalaria. Um bom batido de fruta com Camu camu impede que a doença progrida, usando o cloreto de magnésio como "matador" de infecções, problema resolvido.

Assuntos relacionados:
http://profundaescuridao.blogspot.pt/2012/06/gripes-mutaveis-lxxxiv.html
http://profundaescuridao.blogspot.pt/2012/02/guinea-pigs-1-parte-lxx.html
http://profundaescuridao.blogspot.pt/2011/10/medicina-dos-doentes-xlv.html


terça-feira, 28 de agosto de 2012

Lixo Tóxico LXXXIII


Neste primeiro artigo depois das férias curtas e sem dinheiro, trago-vos um estudo verdadeiramente bomba e que só vêm de encontro ao que sempre tenho dito, o flúor é lixo tóxico.

O flúor é tóxico, e quando digo às pessoas que o consumo prolongado reduz o QI e até mesmo a massa cerebral, é óbvio que grande parte das pessoas olha-me incredulamente sem saber muito bem o que dizer, pois se toda a vida ouviram dizer que o flúor faz bem aos dentes como pode haver redução do QI?

Se todo o sistema é montado sobre falsidades porque não mais uma pessoal? Certa vez perguntei ao meu dentista se lhe tinham mostrado na faculdade resultados positivos sobre os vários tipos de fluoretação, respondeu-me que não, ou seja, falou-se sobre o flúor assumindo sempre esse benefício para os dentes e nunca o contrário.

Isto é como ter os enfermeiros dispostos a dar uma vacina mas se lhes perguntar-mos o que está lá dentro eles não sabem, isto porque nunca lhes foi ensinado. É precisamente a mesma situação, pois ambos nunca viram provas daquilo que defendem, nem nunca chegarão a ver pois não existem, pura e simplesmente.

Neste meu artigo sobre o flúor apresento uma carta da EPA, o equivalente ao nosso ministério do ambiente, mas americana, onde todos os dados apontam para aquilo que venho a alertar, assim como o próximo estudo bomba que vai mais longe.

Os cientistas da Universidade de Harvard publicaram no site governamental Environmental health perspectives, as suas conclusões sobre a correlação entre o flúor e um menor QI nas crianças onde a fluoretação das águas era maior. É só mais um a juntar aos outros 25 estudos que dizem a mesma coisa.

É caso para dizer que fazer melhor seria de todo impossível dado os estudos publicados terem origens diferentes com todos eles a demonstrarem o mesmo, o Flúor é tóxico e provoca lesões graves no cérebro e no corpo, além de nos dar cancro, coisa pouca até porque faz bem aos dentes, não é?

Esta é a página onde se encontra a publicação do estudo....

"Background: Although fluoride may cause neurotoxicity in animal models and acute fluoride poisoning causes neurotoxicity in adults, very little is known of its effects on children’s neurodevelopment."

"Objective: We performed a systematic review and meta-analysis of published studies to investigate the effects of increased fluoride exposure and delayed neurobehavioral development."

Os nazis e os soviéticos adoravam o flúor, usavam-no para causar apatia social entre as populações ao mesmo tempo que induziam atrasos no desenvolvimento cerebral.

O resultado final deste estudo foi o seguinte:

"The standardized weighted mean difference in IQ score between exposed and reference populations was -0.45 (95% CI -0.56 to -0.35) using a random-effects model. Thus, children in high fluoride areas had significantly lower IQ scores than those who lived in low fluoride areas. Subgroup and sensitivity analyses also indicated inverse associations, although the substantial heterogeneity did not appear to decrease."

Deixem lá , depois culpa-se a cannabis....

Conclusions: The results support the possibility of an adverse effect of high fluoride exposure on children’s neurodevelopment. Future research should include detailed individual-level information on prenatal exposure, neurobehavioral performance, and covariates for adjustment.

Hard shit, não pessoal?

Não será  mais importante a saúde mental à saúde dentária? Creio que sim. A verdade é que este elemento é daqueles que pertence à classe dos que serve admiravelmente o propósito, tal como o bisphenol A , vai moendo, mata e pelo caminho dá-nos cancro a longo prazo.

Mas isto já eles sabem à muito tempo, Dean Burk por exemplo foi um bio químico americano que chefiou o departamento de citoquimica no National Cancer Institute, um verdadeiro cientista elogiado por todos e com uma carreira imaculada até ao dia em que disse que o cancro era eliminado com vitamina B17 e que o flúor era uma espécie de execução em massa. Por mim dou-lhe nota 10, como sempre lhe dei, o resto é a big Médica e a big pharma a vender veneno com o consentimento do estado.

Prestem bem atenção vale bem a pena ouvir este senhor.


Assuntos relacionados:
http://profundaescuridao.blogspot.pt/2011/05/fluor-4-xxxi.html